Council for the Development of Social Science Research in Africa
Conseil pour le développement de la recherche en sciences sociales en Afrique
Conselho para o Desenvolvimento da Pesquisa em Ciências Sociais em África
مجلس تنمية البحوث الإجتماعية في أفريقيا


O Público, o Privado e o Papel Social das Universidades em África

Teresa Cruz e Silva. O Público, o Privado e o Papel Social das Universidades em África. Dakar, CODESRIA, Serie de conferências publicas n° 7, 2010, 18 p. ISBN: 978-2-86978-480-2

Number of visits: 1217

O pano de fundo do tema que preside as discussões científicas da 12ª. Assembleia Geral do CODESRIA, Governando a Esfera Pública em África, leva-nos a revisitar as abordagens teóricas ao conceito de “esfera pública” em África no contexto das mudanças sociais, económicas e políticas mundiais que marcaram a conjuntura do continente nas últimas décadas do Sec. XX e no decorrer do século XXI. Neste processo, a alteraçáo da ordem capitalista provocou mudanças profundas que afectaram a esfera pública e o papel tradicional do Estado, tendo instaurado os debates académicos em torno do público e do privado, o estreitamento da esfera pública e sobre o papel do Estado. O domínio neoliberal e a priorização da esfera privada regida pelo mercado têm impactos profundos sobre os modelos de educação, produzindo alterações no papel social das instituições de ensino superior no continente africano. Apesar das enormes adversidades a que as instituições africanas de ensino superior têm que fazer face, como produtoras de conhecimento, elas continuam a desempenhar um papel vital e inovador no desenvolvimento do continente. As universidades mantêm-se assim como lugares privilegiados para o debate mas também como pólos de luta e para o acesso ao poder e aos recursos. Este texto traz para debate o papel social das instituições de ensino superior em África perante os desafios da nova esfera pública e o papel que o CODESRIA pode vir a desempenhar para estimular e/ou reforçar um projecto pedagógico fundado na indissociabilidade do ensino e da pesquisa, e assente na excelência.

Teresa Cruz e Silva, Moçambicana, é presentemente Professora Associada da
Universidade Eduardo Mondlane (UEM) Maputo. A sua experiência de ensino
em Moçambique associa-se à História Social de Moçambique e Métodos de
Pesquisa em Ciências Sociais. As suas áreas de interesse e pesquisa versam
temas como: Nacionalismo e lutas de libertação nacional em Moçambique e na
África Austral; Religião e Sociedade; Juventude e Identidades Sociais. O seu
trabalho de colaboração com outras universidades fora de Moçambique como
pesquisadora convidada, Professora convidada ou examinadora externa centra-
se em países como: Portugal, Brasil e África do Sul. Tem várias publicações
sobre História Social de Moçambique e é membro de conselhos editoriais de
várias revistas científicas. Teresa Cruz e Silva é pesquisadora da WLSA
Moçambique, directora do Centro de Estudos Sociais Aquino de Bragança
(Moçambique) e membro do CODESRIA (Conselho para o Desenvolvimento da
Pesquisa em Ciências Sociais em África) onde desempenhou as funções de
membro do Comité executivo de 2002 a 2005, e de Presidente entre 2005 e 2008.

Texto completo




Comments